terça-feira, 15 de abril de 2008

TE VI

(D’après Fito Paes – Un Vestido y un Amor
Fina Estampa – Caetano Veloso)


Te vi com olho
Futurista e déjà vu
Te vi olhavas
Pra dentro de mim
Tecias um vestido
De núpcias entre lilases
Eu era o noivo
E tu um monge
Dançávamos flamencas
Bodas de sangue
Longa noite louca
O sol nascia em tua boca
Te vi me vi
Beijávamos manhã
Dois colibris
Te vi bebias rubro
Vinho em Paris
Era 14 de julho te vi
Te vi te vi até cair
Por isso hoje compreendi
Foi apenas um olhar
Espanto calma e sino
Brevemente te vi

Um comentário:

Renato disse...

Adorei os seus poemas, talento puro, estou enviando um site para você navegar pelas suas páginas de imenso conteúdo.
Este, talvez, seja um site que realmente leve a literatura a sério.
Não deixe de visitar e parabéns pelo belíssimo trabalho do seu blog.