quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

O DIAMANTE AZUL

a Eduardo Moniz Vianna

Pelos quatro meses
de nosso encontro encantado,
quero te dar este anel.
Nele incrustei o Diamante Azul
que, por ser uma das pedras
mais preciosas e raras do mundo,
vai simbolizar a tua Liberdade.
Guiado por este azul vívido,
que será quase inatingível
mas que a cada ventura
ficará mais belo e luminoso,
tua vida há de ser tão plena
quanto ao homem foi
destinado gozar.
Refletidas na fantasia azul
do teu Diamante,
estarão as faces de todos
os seres por ti queridos
que irão fazendo parte
de tua história.
Conserva sempre contigo
este Anel e,
no mais profundo
azul do teu Diamante,
hás de encontrar, também,
o Poema desta tua Amada.

4 comentários:

Mônica Assumpção disse...

Lucia, vc está demais!!!!!!!!!!!! Maravilhoso o poema!!!!!!!!! Vamos celebrar o amor!!!!!!!!!!!! Celebrar a VIDA!!!!!!!!!!!!!!!
beijos querida escritora.

degang disse...

Oi minha querida, como sempre genial e única.
Mil beijos e continue escrevendo sempre.

De Gang

Eduardo disse...

My Sparkling Diamondo,

lindo o poema, que tive o privilégio de ouvir em primeira mão e guardar na minha caixinha de coisas importantes.

bjs enormes, que darei todos pessoalmente, em cada centímetro das pintas

E.

Fernanda Barbosa disse...

Amei!Vc sempre me surpreende.Bjs.